Top 5 notícias da Edição do Dia (semana de 14 a 18 de agosto)

Inside Flipboard Brasil / agosto 18, 2017

O terrorismo voltou a ser notícia nesta semana. Na quinta-feira, um furgão branco atropelou dezenas de pessoas em La Rambla, um dos principais pontos turísticos de Barcelona, e deixou pelo menos 13 mortos e mais de 100 feridos. O ataque aconteceu às 16h50 (horário de Barcelona) e o motorista fugiu a pé. Este foi o maior atentado na Espanha desde 2004, quando bombas explodiram em diferentes lugares de Madri. Horas depois do ataque em La Rambla, um veículo atropelou pedestres que caminhavam pela orla da cidade litorânea de Cambrils. Uma pessoa morreu e outras sete ficaram feridas. Policiais também ligam aos atentados uma explosão que aconteceu na noite de quarta-feira na cidade de Alcanar, a 100 quilômetros de Cambrils. O Estado Islâmico assumiu a autoria dos ataques. Cinco suspeitos foram mortos pela polícia.

Veja todas as notícias que também foram destaque na semana:

1. Neymar marca em seu primeiro jogo e já é líder no PSG — El País, Juan L. Cudeiro

Destaque: “Neymar estreou com o Paris Saint-Germain, o fez com vitória e com a demonstração de que assumirá papéis um pouco diferentes aos que tinha em Barcelona, onde era mais exigido no drible e para dar amplitude à equipe pelos lados do campo. O brasileiro foi bem em sua estreia francesa como armador por dentro, com liberdade para se deslocar para trás, receber e bombardear a retrancada defesa do Guingamp. Deu soluções criativas a sua equipe e exerceu o papel de líder, não se podia esperar menos de um jogador que custou 222 milhões de euros (838 milhões de reais). E assinou sua boa atuação com um gol, o terceiro de sua equipe para uma vitória que coloca o PSG no pelotão de liderança do Campeonato Francês, junto com os favoritos como o Lyon, Mônaco, Olympique de Marseille e o Saint-Étienne.”

2. O que está por trás da meta fiscal de Temer? — DW

Destaque: “Para 2018, a meta atual é de um rombo R$ 129 bilhões, e a previsão é de que seja elevada em R$ 30 bilhões, sendo fixada em R$ 159 bilhões assim como em 2017. Somando os dois anos, o rombo adicional ficaria, portanto, em cerca de R$ 50 bilhões.

Entre as dificuldades enfrentadas pelos cofres federais está o fato de o governo ter sido obrigado a recuar em relação a duas medidas que elevariam as receitas. O aumento do Programa de Integração Social e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (PIS/Cofins) sobre o etanol foi parcialmente revertido, reduzindo a previsão de arrecadação em R$ 501 milhões.

Além disso, o governo revogou na semana passada a medida provisória que acabaria com a desoneração da folha de pagamento para 46 dos 52 setores beneficiados pela política. A revogação resultará numa perda de R$ 4,8 bilhões.”

3. Sem Lula, Bolsonaro lidera isolado para 2018 — Poder360

Destaque: “A pesquisa DataPoder360 indica que se a disputa pelo Palácio do Planalto fosse hoje e Luiz Inácio Lula da Silva (PT), 71 anos, não disputasse, o maior beneficiado seria o deputado federal Jair Bolsonaro (RJ), 62 anos –de saída do PSC para filiar-se ao PEN, que deve mudar o nome para Patriota.

Com Lula no páreo, a corrida presidencial segue estável. O petista está consolidado e até mostrou 1 avanço, pontuando em agosto 31% e 32%, nos 2 cenários testados. Em julho, antes da sentença do juiz federal Sérgio Moro (responsável pela Lava Jato em 1ª Instância), Lula tinha 23% e 26%. A pena imposta pelo magistrado e a maior exposição pública parecem ter feito bem ao petista.”

4. O fundo público bilionário para financiar as eleições — BBC,

Destaque: “Preocupados em financiar suas próximas campanhas nas próximas eleições, em 2018, os parlamentares estão inclinados a garantir recursos públicos para fazer frente aos custos.

Na semana passada, a Comissão Especial da Reforma Política da Câmara dos Deputados aprovou o uso de R$ 3,6 bilhões de dinheiro público para esse fim. Isso equivale a R$1 de cada R$200 da arrecadação do país em um ano, ou ao orçamento usado para custear o programa Bolsa-Família por um mês e meio.

Enquanto a proposta foi bem recebida pelas bancadas dos mais diversos matizes políticos e pode ser votada a qualquer momento no plenário da Câmara, ela caiu mal entre setores da sociedade brasileira, especialmente em um momento de aumento no rombo das contas públicas.”

5. Espanha volta à mira do terrorismo islâmico — DW

Destaque: “Treze anos após sofrer o maior atentado da Europa, a Espanha voltou a ser alvo do terrorismo islâmico nesta quinta-feira (17/08) em dois ataques na província da Catalunha, que a polícia trata como coordenados.

O primeiro, em Barcelona, deixou 13 mortos e mais de 100 feridos, 15 dos quais em estado grave. O segundo, em Cambrils, deixou sete feridos e foi abortado pela polícia, que matou cinco terroristas. A Espanha, até aqui imune à atual onda de atentados na Europa, voltou à mira do terrorismo islâmico.

O ataque na capital da Catalunha ocorreu por volta das 17h (hora local), quando uma van branca avançou cerca de 500 metros contra a multidão no calçadão de La Rambla, famosa região turística da cidade. Segundo autoridades da Catalunha, dois suspeitos foram detidos, mas o motorista da van fugiu a pé e continua foragido.”

Edição do Dia

Gustavo está lendo Social Media

BAIXE O FLIPBOARD: iOS / ANDROID / WINDOWS / WEB

SIGA-NOS:

FLIPBOARD / TWITTER / INSTAGRAM / FACEBOOK / GOOGLE+ / TUMBLR / YOUTUBE / SOUNDCLOUD / PINTEREST / MEDIUM